Sábado, 28 de Maio de 2022
(62) 9 84257527
Agricultura Tocantins

Seagro vistoria áreas de lavouras alagadas pelas chuvas

Com o excesso de chuvas, pequenos, médios e grandes produtores já perderam suas lavouras

17/01/2022 17h30
65
Por: Lorena Lázaro Fonte: Secom Tocantins
Secretário da Seagro durante vistoria em áreas alagadas - Foto: Governo do Tocantins
Secretário da Seagro durante vistoria em áreas alagadas - Foto: Governo do Tocantins

O titular da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura, Jaime Café, vistoriou neste fim de semana, sábado, 15, e domingo, 16, lavouras que foram alagadas pelas fortes chuvas que se intensificaram nas regiões do Bico do Papagaio e sudeste do Estado. Com o excesso de chuvas, pequenos, médios e grandes produtores já perderam parte de suas lavouras, outros estão com animais ilhados e com as vias de escoamento da produção comprometidas.

“Além de prejudicar o ritmo dos trabalhos no campo, as intensas chuvas estão acarretando prejuízos para a agricultura e a pecuária”, afirmou o secretário após percorrer lavouras, assentamentos, fazendas e estradas vicinais nos municípios de Lagoa da Confusão, Esperantina, São Sebastião, entre outros.

Na oportunidade, o secretário pontuou as ações que o Governo do Tocantins, via Seagro e Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), está colocando em prática. “Estamos na linha de frente e atendendo os agricultores atingidos de várias formas, seja com combustível, distribuindo cestas básicas e até auxiliando no transporte de animais ilhados”, destacou Jaime Café, descrevendo cenários de muito prejuízo. “Na Lagoa da Confusão, por exemplo, mais de 15 mil hectares de lavoura de feijão estão submersas e se perderam. Plantações de arroz também estão alagadas”, informou.

Agricultura familiar

Pequenos agricultores da região do Bico do Papagaio e que foram beneficiados com sementes do programaMesa Farta, do Governo do Tocantins, também contabilizam prejuízos, pois perderam suas lavouras. “É uma situação preocupante. Além das plantações perdidas, muitos agricultores estão com gado ilhado e sem alimento. A solução tem sido transportar bois e vacas de barco”, detalhou Jaime Café, adiantando que o Governo do Estado já estuda uma forma de socorrer esses pequenos agricultores com auxílio financeiro, além de mais sementes paranovas lavouras.

Quanto à melhoria e à recuperação de estradas para escoamento da produção, o secretário destacou o trabalho da Ageto no atendimento às demandas. “Temos um levantamento de todos os acessos que ainda estão submersos ou que precisam de reparos. Vamos trabalhando em parceria e estamos todos juntos, dando todo um suporte necessário e possível para o setor do agro. A solidariedade entre os agricultores também é gigante e tem feito a diferença”, finalizou Jaime Café.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias