Sexta, 20 de Maio de 2022
(62) 9 84257527
Cultura Tocantins

Reta final: Faltam 10 dias para o fim do prazo de inscrições do Edital Dona Miúda

Projeto tem como objetivo fomentar o reconhecimento e a valorização das expressões culturais populares e tradicionais do Tocantins

08/04/2022 16h31
56
Por: Redação Fonte: Secom Tocantins
Inscrições estão abertas até o dia 17 de abril - Foto: Sectur/Governo do Tocantins
Inscrições estão abertas até o dia 17 de abril - Foto: Sectur/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur), e o Instituto Cidadania Amazônia alertam para o fim do prazo para inscrições do Edital Dona Miúda – Mestres, mestras, Griôs e Grupos da Cultura Tradicional e Popular do Tocantins. Os interessados têm até o dia 17 de abril para envio da proposta e dos documentos.

De acordo com o Edital, serão selecionados e premiados 27 mestres, mestras griôs, cada um recebendo R$ 10 mil; 15 grupos de cultura popular e tradicional, que reconhecidos com o valor de R$ 20 mil, e ainda quatro mestres griôs aprendizes, que receberão R$ 5.250,00 cada.

O projeto, previamente aprovado pelo Conselho de Política Cultural do Estado (CPC-TO), conta com recursos do Fundo Estadual de Cultura e tem o objetivo de fomentar o reconhecimento e a valorização dos detentores dos conhecimentos e expressões culturais populares e tradicionais que, por seus saberes e pelas suas formas de expressão, preservam a história e a memória dos tocantinenses.

Confira o edital completo aqui, com a documentação exigida e demais informações está disponível no endereço eletrônicohttp://institutocidadaniaamazonia.online/. Dúvidas e pedidos de informações devem ser enviados ao e-mail[email protected].

O gestor da pasta, Hercy Filho, apontou para a importância deste projeto, que conta com o apoio do governador Wanderlei Barbosa. “Esse projeto é de grande relevância para valorização e preservação das tradições. É por meio destas iniciativas que as tradições populares do nosso estado ganham força e podem ser transmitidas para as gerações futuras”, ressalta o secretário de Estado da Cultura e Turismo, Hercy Filho.

Categorias

Podem se inscrever na categoria mestres, mestras e griôs, pessoas com notório conhecimento, longa permanência na atividade, que exerça a transmissão de saberes, celebrações e/ou formas de expressões, fundadas na tradição e vivências, que se reconheça e/ou seja reconhecida pela comunidade, grupo ou coletivo a que pertencem.

Para a categoria grupos, poderão se inscrever agrupamentos de pessoas com pelo menos 10 anos de permanência na atividade e que cultivam as mais diversas práticas, produções e expressões da cultura popular e tradicional, devidamente reconhecidos pela comunidade a que pertencem.

Para a categoria mestres e griôs em formação/aprendiz, serão aceitas pessoas que desde jovens possuem uma identificação afetiva e cultural com um/uma griô, mestre ou mestra e que desenvolvam diálogo entre os saberes, fazeres e práticas pedagógicas de tradição.

Dona Miúda

A artesão Dona Miúda revolucionou a produção do artesanato na região do Jalapão, defendeu a produção sustentável do artesanato em capim-dourado e criou a Associação dos Artesãos do Mumbuca, região em que viveu. Dona Miúda morreu em 2010, sendo reconhecida, nos dias atuais, como grande fomentadora e divulgadora da costura do capim-dourado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias