Terça, 28 de Junho de 2022
(62) 9 84257527
Meio ambiente Mato Grosso

Conselho Consultivo do Parque Estadual Gruta Lagoa Azul é reativado pela Sema

O governador esteve no local em abril deste ano para traçar estratégias para potencializar o turismo na região

20/05/2022 16h51
35
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), em parceria com o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT), reativou e deu posse aos novos integrantes do Conselho Consultivo do Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul, localizado em Nobres (a 146km de Cuiabá). O objetivo da reunião, realizada no último dia 13 de maio, foi ampliar a participação social no processo de decisão do uso do local e dar transparência às ações. 

"É importante não só reativar o Conselho, mas ver o comprometimento e engajamento de todos os envolvidos. Quem vai ganhar com isso é a comunidade local,que terá a equipe fiscalizando e monitorando toda a atividade deste local tão belo que é o Parque Estadual Gruta da Lagoa Azul", afirma a superintendente de Mudanças Climáticas e Biodiversidade (SUBIO), Gabriela Priante.

Conforme a secretária Municipal de Turismo e Cultura, Evelyn Bonatelli Hanel, a prefeitura também está se empenhando para estruturar os atrativos da região. "O turismo tem muito a agradecer, há mais oito atrativos dentro do parque que poderão ser usados pelo público".

Para o promotor de Justiça Willian Oguido Ogama, a efetiva atuação do grupo é o primeiro passo para a retomada da atividade turística na região porque é justamente o papel do conselho auxiliar no gerenciamento do parque.



O governador esteve no local em abril deste ano, para traçar estratégias para potencializar o turismo na região. A abertura do atrativo, que está fechado ao público há 20 anos, é uma das possibilidades para aproveitar o potencial natural da região para o turismo sustentável.

A Unidade de Proteção Integral tem uma área de 12 mil hectares, foi criada pelo decreto nº 1.472 de 09/06/2000, e possui plano de manejo desde 2008.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias