", }); });
Terça, 25 de Junho de 2024 07:52
(62) 9 84257527
Negócios

Marca de semijoias sustentáveis chega ao mercado nesta sexta-feira (5) com solução inovadora para o acúmulo de bijuterias

Greeneva é considerada a primeira marca no Brasil a introduzir a economia circular na indústria das semijoias

03/01/2024 09h26
Por: Redação Olho Comunicação
Foto: Bruna Cashy
Foto: Bruna Cashy

Além de incentivar mulheres a trocarem semijoias e bijuterias sem uso por descontos, Greeneva investe no recolhimento de tais peças para reaproveitamento na fabricação de novos acessórios ou para garantir o descarte adequado a fim de contribuir com o meio ambiente

Considerada a primeira marca no Brasil a introduzir a economia circular na indústria das semijoias, a Greeneva chega ao mercado nesta sexta-feira (5) com a promessa de resolver um problema ambiental muito presente nos lares das mulheres brasileiras: o acúmulo de semijoias e bijuterias.

Para isso, além de incentivar clientes a trocarem acessórios antigos ou simplesmente esquecidos por descontos de até 15% na aquisição de semijoias da marca, a empresa ainda promete reutilizar os materiais valiosos de tais peças na fabricação de brincos, colares, pulseiras e anéis.

Continua após a publicidade

“É um ciclo de renovação constante que sustenta nossa visão de moda sustentável, onde cada semijoia tem uma história e um propósito contínuos. Na Greeneva, cada peça é cuidadosamente criada para contribuir positivamente para a sociedade, refletindo o espírito de cuidado e melhoria”, destaca Thais Neiva, CEO da marca.

Mais do que oferecer uma solução ambientalmente responsável para este conhecido dilema, contudo, a proposta da Greeneva é contribuir com a redução da poluição do meio ambiente gerada pelo descarte incorreto de tais peças, poupar a extração de novos materiais para a fabricação das semijoias e ainda incentivar o consumo consciente e a responsabilidade ambiental.

Fundada pela goiana Thais Neiva e pelo paulista Bruno Araújo, que hoje vivem em Uberlândia (MG), a marca valoriza a sustentabilidade e a ética em todas as suas ações. Até mesmo os fornecedores e parceiros são criteriosamente escolhidos com base em práticas que ajudam a proteger e a preservar o meio ambiente, como a destinação adequada dos metais pesados e o reuso de água, por exemplo.

"Entendo que o investimento em sustentabilidade é crucial para o crescimento e a estabilidade da marca a longo prazo e precisamos mostrar nossa capacidade de inovação ambientalmente responsável. A adoção de práticas sustentáveis e a economia circular não são apenas boas para o planeta, mas também estrategicamente vantajosas para o negócio, atendendo à crescente demanda do mercado por opções conscientes e fortalecendo nossa posição competitiva", acrescenta Bruno.

Além da sustentabilidade, a Greeneva também tem como missão promover o empoderamento feminino por meio de semijoias que realçam a beleza e que lembram às mulheres seu valor e força. O nome da marca, inclusive, combina dois conceitos poderosos: verde (green), em referência à natureza e ao compromisso ambiental, e Eva, que evoca a figura da primeira mulher, trazendo uma ideia de feminilidade e elegância atemporal, unindo desta forma a beleza e a elegância das semijoias com a consciência ecológica.

“É uma marca para a mulher moderna que se preocupa tanto com a aparência quanto com o mundo em que vive. A Greeneva veio para fazer uma conexão entre pessoas que prezam pelo bom gosto da moda e querem ajudar o meio ambiente, mas não sabem como”, arremata Thais. Os produtos da marca podem ser adquiridos a partir de sexta-feira (5) pelo site https://www.greeneva.com.br ou pelo instagram.com/greenevasemijoias.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias