", }); });
Terça, 25 de Junho de 2024 08:17
(62) 9 84257527
Brasil Economia

 Crise no agronegócio: recuperações judiciais saltam 300% no Rio Grande do Sul

As recentes enchentes agravam a crise no agronegócio gaúcho, com impactos severos na economia local e um aumento expressivo em recuperações judiciais.

09/06/2024 17h37
Por: Fernanda Cappellesso
Imagem chocante das enchentes no Rio Grande do Sul, que devastaram propriedades agrícolas e infligiram severos prejuízos econômicos à região, estimados em mais de R$ 2,5 bilhões
Imagem chocante das enchentes no Rio Grande do Sul, que devastaram propriedades agrícolas e infligiram severos prejuízos econômicos à região, estimados em mais de R$ 2,5 bilhões

O agronegócio brasileiro, um dos pilares da economia do país, enfrenta um período turbulento, exacerbado por condições climáticas adversas e volatilidade nos preços das commodities. Um relatório da Serasa Experian destaca um aumento alarmante de 300% nos pedidos de recuperação judicial por empresas agrícolas no Rio Grande do Sul, entre janeiro e setembro de 2023, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Este crescimento nos pedidos de recuperação judicial é uma resposta direta ao impacto negativo do fenômeno El Niño na safra de soja, juntamente com as devastadoras enchentes que atingiram o estado recentemente. Estes eventos causaram não apenas a destruição substancial de propriedades, mas também um golpe significativo na economia local, com perdas estimadas em mais de R$ 2,5 bilhões para a agropecuária gaúcha.

 

Continua após a publicidade

Em conversa com o Giro Notícias, Jéssica Farias, advogada e recuoeradira  judicial, comentou a gravidade da situação. "As recuperações judiciais estão sendo vistas como uma válvula de escape para evitar a falência, exacerbadas pelas condições climáticas extremas que afetaram diretamente a produção agrícola. É essencial que as empresas do setor agrícola considerem todas as opções de renegociação antes de optar pela recuperação judicial," explicou Farias.

Além disso, Farias destacou a importância de uma estratégia bem planejada para a sustentabilidade a longo prazo. "Os produtores rurais precisam implementar práticas de gestão de risco mais robustas e utilizar ferramentas de análise preditiva para melhor antecipar futuros desafios financeiros e operacionais," acrescentou.

O governo do Rio Grande do Sul estima que cerca de R$ 19 bilhões serão necessários para a reconstrução das áreas afetadas pelas enchentes, sublinhando a magnitude dos danos e a necessidade urgente de recursos para a recuperação.

Foto

A crise atual não só testa a resiliência do agronegócio gaúcho mas também destaca a necessidade de uma colaboração mais forte entre o setor público e privado para superar os desafios impostos por uma conjuntura econômica e natural adversa.

 

Continua após a publicidade
    * O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
    Ele1 - Criar site de notícias