", }); });
Terça, 25 de Junho de 2024 07:58
(62) 9 84257527
EU SOU VIDA Amor

Casados e trabalhando juntos há 17 anos, servidores são inspiração para colegas neste Dia dos Namorados

Comurg celebra o amor e revela a história de Wandeslene Miguel Parreira Barbosa e José Nilson Barbosa, que namoraram, noivaram e se casaram dentro de um mês

11/06/2024 10h50 Atualizada há 2 semanas
Por: Ana Karla Neto de Souza
Foto: Luciano Magalhães
Foto: Luciano Magalhães

A história de Wandeslene Miguel Parreira Barbosa, de 46 anos, e José Nilson Barbosa, de 56 anos, é dessas que parecem ter sido escrita nas estrelas. Ela, uma jovem senhora com três filhos, ele, um jovem senhor com quatro filhos. Na frente deles um concurso. Foi em 2006 que seus caminhos se cruzaram na Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg), quando o sonho realizado de ter um trabalho estável veio com um brinde muito especial, o encontro da alma gêmea.

Neste Dia dos Namorados a Comurg celebra o amor, e revela a história desses dois operadores de roçadeira costal, que cuidam de Goiânia com o mesmo esmero que cuidam um do outro. Wandeslene conta com brilho nos olhos que se aproximou de José Nilson com interesse convicto de “namorar aquele moreno”. “A gente já se conhecia de vista no bairro que morávamos. Depois nos encontramos na Comurg, e eu sabia que ele era um bom pai e uma pessoa especial”, relembra, ao deixar subentendido que existia um toque do destino nessa história.

Com ambos divorciados e com perspectivas diferentes para um novo relacionamento, ela fez uma inversão de papeis tradicionais e propôs o namoro a José, que ficou muito desconfiado dessa sorte grande. “Eu sou pastor e preciso levar uma vida correta para ser exemplo. Coloquei a situação nas mãos de Deus, que falou comigo através de sonho”, explicou o bom moço, hoje casado há 17 anos.

Continua após a publicidade

Só que não era para ser um simples namoro, Deus orientou direitinho esse servidor, que aceitou a proposta com a condição de que o casamento já estivesse marcado. Um mês depois eles já eram senhor e senhora Barbosa, o casal mais apaixonado da equipe de roçagem. Dessa trajetória, apenas em um curto período de tempo eles ficaram em frentes de serviço diferentes. Por isso, juntos como marido e mulher, eles também são gratos por poderem trabalhar um ao lado do outro e só contam boas experiências na lida do dia a dia.

O casal compartilha a família, o trabalho, os filhos, os netos e uma rotina que começa às 5h30 da manhã lá em Goianira, e só para depois do longo dia de trabalho com a volta para casa e os compromissos com a igreja. “Sou muito apaixonado por ela, temos uma vida feliz e já não me imagino em um trabalho em que ela não esteja”, diz José, que simplesmente não para de olhar, admirar e acariciar Wandeslene. Ela, por sua vez, corresponde ao carinho com gestos, respeito e cuidado. “Eu nunca imaginei que poderia viver um casamento tão feliz. Foi um presente de Deus”, se declara.

Fotos: Luciano Magalhães

Legenda: Operadores de roçadeiras costais da Comurg, Wandeslene e José estão casados desde 2007

Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) - Prefeitura de Goiânia

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias