Urbano Policia Local

Garotas de programa são presas por dopar cliente e causar prejuízo de R$ 40 mil

As mulheres o mantiveram em cárcere privado entre 16h e 23h do dia 3 de junho.

10/07/2024 13h45 Atualizada há 2 semanas
Por: Ana Karla Neto de Souza
Foto: reproduçao
Foto: reproduçao

Duas garotas de programa foram presas em Goiás suspeitas de dopar um cliente e causar um prejuízo de R$ 40 mil. O crime aconteceu em Luziânia, no Entorno do DF, em junho deste ano. Já as prisões aconteceram nesta semana, durante operação das polícias Civil e Militar.

Continua após a publicidade

O homem viu as fotos de uma das garotas de programa em um site e marcou um encontro com ela. Ao chegarem no motel, ele reclamou que a mulher era diferente do que viu nas fotos. A mulher, então, sugeriu que uma amiga, também garota de programa, fosse contratada pelo homem.

Quando a segunda mulher chegou, a dupla ofereceu ao cliente um energético “batizado” com a substância conhecida como “Boa noite, Cinderela”.

Continua após a publicidade

O homem tomou a bebida e perdeu a consciência. Neste momento, as mulheres o mantiveram em cárcere privado entre 16h e 23h do dia 3 de junho. Enquanto isso, as garotas de programa faziam compras e transações bancárias com um cartão da vítima. O prejuízo estimado varia em torno de R$ 40 mil. As mulheres foram presas e levadas à delegacia.

Leia também: 

Continua após a publicidade

Caminhão fica com a cabine destruída após pegar fogo  
Clínica clandestina é fechada com pacientes em situação de cárcere privado 

 

Ele1 - Criar site de notícias